Home

|

Tecnologia

Tecnologia

Espuma de poliuretano

Espuma de poliuretano


A espuma é formada pela reação entre polióis e isocianato na presença de um agente de expansão. Nos colchões Spaldin, 40 a 60% dos polióis à base de petróleo foram substituídos por polióis à base de óleos vegetais e a Spaldin usa MDI (metileno difenil diisocianato), que não contém tolueno e é o menos perigoso dos isocianatos disponíveis.

Usando uma analogia para os ingredientes do pão, a farinha seria os polióis, o fermento seria o isocianato e o agente de expansão a água.

Memory Transpiration

Existem a nossa disposiçao pães com diferenças no sabor e suavidade. Isso é consequencia de diversos tipos de grãos, aditivos e métodos de cozinhar. Assim diferentes tipos e níveis de qualidade de polióis (óleo vegetal ou petróleo), de isocianatos (MDI ou TDI) e agentes de expansão (água, pentano ou HFC) produzem diferentes tipos e níveis de qualidade de espumas de poliuretano com diferentes propriedades físicas e químicas. Daí surgem diferentes densidades, espumas de alta resistência, espuma de memória ou espuma visco elástica.


Portanto, devido a formulação de alta qualidade da Spaldin, nossas espumas não apresenta nenhum risco que possa afetar a saúde.

Além disto, efetuamos certificações suplementares para verificar a segurança em cada componente dos nossos colchões (espumas e tecidos) testando-os independentemente através da Oeko-tex 100, que comprovou que são absolutamente seguros assim obtendo o certificado “Classe I”: "seguro para recém-nascidos e crianças de pouca idade."





MAIS ARTIGOS